Rumo ao segundo tiro na macaca

Meu aniversário de 25  anos começou com o seguinte diálogo:

Você está dando o primeiro tiro na macaca.

– (???) Mãe, não entendi, o que isso quer dizer?

– Dizem que quando uma menina faz 25 anos e não está casada ela dá o primeiro tiro na macaca.

– (???????????) Hum.

– E daqui a pouco você dará o segundo tiro na macaca.

– Como assim?

– Quando uma mulher faz 30 anos e não está casada dizem que ela dá o segundo tiro na macaca.

– (??????????????????????) Ah, tá.

Bom, seja lá o que isso quer dizer, é verdade. Estou indo rumo ao segundo tiro na macaca e fui também inserida num novo grupo: o da geração canguru. Para quem não sabe, os filhos-cangurus (ou adultolescentes) são assim chamados por estarem com idade entre 25 e 30 anos e ainda não terem saído da aba casa dos pais. Hoje posso dizer que moro sozinha, por motivo de trabalho e faculdade, mas nem de longe posso dizer que sou independente. Dependo dos meus pais em todos os sentidos e todos sabem que morro de vontade de voltar a morar com eles. Na primeira oportunidade que tiver, volto correndo pra lá! Não sei se sobreviveria sozinha por muito tempo a minha dura realidade de vida adulta. Ainda nem sei como declarar um Imposto de Renda (Paiê! Faz pra mim!). Sem falar nas frases que ainda fazem parte do meu dia-a-dia:

– Carol, já viu seu IPVA?

– Ainda não pai, vou ver.

– Carol, seu carro vence hoje, dia 22!

– Ué, num é 23 não?

– Nao, 22.

– Ih, esqueci. Jurava que era 23.

– Deixa, eu pago por telefone… e me dá o dinheiro!

– Brigada, pai!

– Mãe, to estressada, não quero mais ficar no curso tal!

– Minha filha, tenta mais um pouquinho, daqui a pouco acaba!

– Ah, mãe!

– Filha, tem jaca na geladeira.

– Mãe, a senhora sabe que eu odeio jaca!

– Mas tá tão gostosa, prova só um pouquinho!

– (Aff…)

É, nem tem como ser diferente. Sou mesmo uma filha-canguru e que ainda por cima sai matando macacas por aí. A realidade é que mesmo reclamando, eu amo o meu estilo de vida. Não sou acomodada, corro atrás dos meus objetivos e sempre procuro algo novo pra fazer, principalmente com relação aos estudos. O negócio é que gosto muito, muito mesmo de morar com minha família. Então… Macacas! Podem vir! Minha arma está carregada e pronta para atirar!

Anúncios
Esta entrada foi postada em Geral.

3 comentários em “Rumo ao segundo tiro na macaca

  1. Aline Pacheco disse:

    Daqui a 3 anos dou o segundo tiro na Macaca!
    (tb não entendi pq dessa expressão!)

    • Caroline Camargo disse:

      Estranho mesmo… ninguém sabe explicar! rs

    • Alex Ramos rj disse:

      Dar o tiro na macaca e uma expressão que significa ficar pra titia ou seja alguém que com o passar do tempo e da idade não consegue se casar

      O problema é se a macacà morre ou seja a pessoa ficar solteira pra sempre kkkkkkkkkkk

      Dúvida respondida?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s